05 junho 2012

Cultura nordestina


    

                     Um pouco da cultura nordestina...
A cultura nordestina apresenta características de diferentes povos.
Estudar as riquezas desse povo, suas raízes culturais, será uma ótima oportunidade de perceber que os aspectos sociais da região nordeste trazem elementos próprios.
   Os estados que compõem a região nordeste são:Alagoas,Bahia,Ceara,Maranhão,Paraíba,Pernambuco,Piauí,Rio Grande do Norte e Sergipe.Esse complexo regional apresenta grande diversidade de cultura composta por manifestações diversificadas.Portanto,serão abordados alguns dos vários elementos culturais da região em destaque:
As festas juninas representam um dos elementos culturais do povo nordestino.Essa festa é composta por musicas caipiras,apresentações de quadrilha,comidas e bebidas típicas,alem de muita alegria.Consiste numa homenagem a três santos católicos santo Antonio,São João e São Pedro.As principais festas juninas da região nordeste ocorrem em Caruaru e em Campina Grande,onde atrai milhões de turistas.

Bumba meu boi  é um festejo que apresenta um pequeno drama.O dono do boi,um homem branco,presencia um homem negro roubando seu animal para alimentar a esposa grávida que estava com vontade de comer língua de boi.Matam o boi,mais depois é preciso ressuscitá-lo.

Literatura de Cordel do nordeste  é uma das principais manifestações culturais nordestinas,apresentando a expressão dos costumes regionais,escritas em prosa ou em verso, é uma espécie de poesia popular que é impressa e divulgada em folhetos ilustrados com xilogravuras. Os temas são os mais variados, indo desde narrativas tradicionais transmitidas pelo povo oralmente até aventuras, histórias de amor, humor, ficção, e o folheto de caráter jornalístico, que conta um fato isolado, muitas vezes um boato, modificando-o para torná-lo divertido. Ao mesmo tempo que falam de temas religiosos.

A culinária do nordeste é bem diversificada e destaca-se pelos temperos fortes e comidas apimentadas.Os pratos típicos são carne de sol,buchada de bode,canjica,pamonha,tapioca,e algumas frutas cmuns são manga,graviola,umbu,cajá...

O artesanato da região é muito rica e variedade,os nordestinos utilizam materiais oriundo da flora e da fauna nativa ,destaca-se as rede  s tecidas,rendas,produtos de couro,cerâmica,madeira,argila...
 







Danças  em destaque no nordeste

O artista resgata parte da história cultural do seu povo; seja através da dança, musica e encenação. As danças, os ritmos e a energia da Região Nordeste são mostrados de uma forma simples e bela, onde, juntos; ritmos, poesias e canções, contagiam todo o público que desfruta do espectáculo. A Ciranda – Xote – Maracatú - Baião invadem o ambiente, criando um clima de festa único. O Folclore Nordestino bebeu nas raízes Portuguesas e Africanas.

 Baião
Dança e canto típico do Nordeste, inicialmente era o nome de um tipo de festa, onde havia muita dança e melodias tocadas em violas. Este gênero musical que era restrito ao sertão nordestino, passou a ser conhecido em todo Brasil, por intermédio do sanfoneiro pernambucano Luiz Gonzaga, quando gravou em 1946, seu primeiro grande sucesso Baião, e se sente sua influência em muitos compositores até os dia de hoje. Com seu ritmo binário e suas melodias a fazer muito sucesso no nordeste.
Xaxado
Dança popular do sertão nordestino, cujo nome foi dado devido ao som do ruído que as sandálias dos cangaceiros faziam ao arrastarem sobre o solo durante as comemorações celebradas nos momentos de glória do grupo de "Lampião", considerado entre outras denominações o "Rei do Cangaço". É dançada somente por homens, razão pela qual nunca se tornou uma dança de salão. Primeiramente a melodia era apenas cantada e o tempo forte marcado pela batida de um rifle no chão, as letras eram e continuam satíricas. O grande divulgador do xaxado foi Luís Gonzaga, que conseguiu que este gênero fosse tocado nas rádios, televisões e teatros.
O coco também é conhecido por bambelo ou zamba,é um estilo de dança muito praticado nos estados de Alagoas,Paraíba,Pernambuco e Rio grande do norte, é uma dança de roda ou de fileiras mistas de conjunto,de pares,que vão ao centro e desenvolvem movimentos ritmados.
Forró pé de serra: É o som feito pelos precursores do gênero, sempre com a presença do triângulo, sanfona e zabumba.
Xote: Ritmo de origem européia que surgiu dos salões aristocráticos da época da Regência. Conhecido originalmente com o nome schottisch, passando a ficar conhecido como chótis e finalmente xote. Saiu dos salões urbanos para incorporar-se às regiões rurais.

 por/Camila Rayssa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário